Ortodontia para os adultos

25/05/2016 às 13:51 0 comentários Blog, Hospital da Face

Ortodontia  para os adultos

O tratamento ortodôntico nem sempre é realizado na infância ou na adolescência e isso pode causar certo desconforto e até um complexo para os adultos. Porém, com as constantes evoluções técnicas na odontologia, os dispositivos estão cada vez mais discretos e também podem beneficiar os adultos. Os problemas ortodônticos mais frequentes são a diastema (espaçamento entre os dentes), sobreposição dentária, dentes desalinhados, entre outros.

Os aparelhos convencionais possuem fechos de metal, porém existem outros modelos mais discretos como braquetes cerâmicos, braquetes linguais que são colocados no interior dos dentes, e ainda, as calhas termo formadas, transparentes e perfeitamente moldadas para os dentes. Porém, as calhas só servem para alinhar os dentes, esse método não corrige o encaixe correto dos dentes superiores e inferiores.

Ortodontia de dispositivos cada vez mais discretos

A ortodontia, além da estética permite manter ou melhorar a saúde dos dentes. Novas técnicas cada vez mais discretas são implantadas para o alinhamento dos dentes. Os alinhadores de resina transparente, por exemplo, devem ser mudados a cada 15 dias e constituem uma solução quase invisível.

Muitos adultos optam pela técnica lingual, nela os anéis são colocados no interior, e, por conseguinte, são invisíveis. Esse método serve para endireitar os dentes, colocando as pinças do lado da língua. A técnica tornou-se popular entre os adultos que evitam chamar a atenção durante o seu tratamento. Já as calhas, podem ajudar a colocar os dentes no lugar e devem ser usadas pelo menos 20 horas por dia. É possível removê-las para comer e escovar os dentes.

O dentista poderá indicar o método mais adequado a cada paciente, mediante o seu quadro clínico, necessidades, previsão de tempo de tratamento e custos. A ortodontia nem sempre é suficiente para um adulto alinhar os dentes, em alguns casos será necessária uma cirurgia maxilo-facial, por exemplo, para melhorar a posição da mandíbula.

Antes de corrigir os dentes, faz-se necessária uma análise da estrutura periodontal, ou seja, todos os tecidos que suportam os dentes (gengiva, o ligamento chamado alveolar, osso alveolar e cemento). Se ocorrerem infecções graves que podem proporcionar até a perda dos dentes, o tratamento ortodôntico não é feito para fins estéticos, mas sim por motivos de saúde, contra a doença periodontal.

Entre em contato com o Hospital da Face e solicite um orçamento agora!

Comentários