Meu filho quebrou um dente e agora?

02/09/2016 às 12:55
Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://www.hospitaldaface.com.br/meu-filho-quebrou-um-dente-e-agora/): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/storage/f/11/e2/hospitaldaface/public_html/wp-content/themes/hospitaldaface/functions.php on line 226

Warning: First parameter must either be an object or the name of an existing class in /home/storage/f/11/e2/hospitaldaface/public_html/wp-content/themes/hospitaldaface/functions.php on line 228
0 comentários
Blog, Hospital da Face

Meu filho quebrou um dente e agora?

Ao andar de bicicleta, skate, patins ou patinete, as crianças podem se machucar e muitas vezes fraturar algum osso, como quebrar um dente. Os traumas dentais infantis são muito comuns na primeira infância, pois é nessa fase que a criança está aprendendo a andar e cheia de curiosidade para explorar novos ambientes.

Mantenha a calma

É muito importante que os pais mantenham a calma, procurem tranquilizar e distrair a criança com algumas táticas como brincadeiras ou piadas para que tudo corra bem.

Se ao avaliar a boquinha da criança, perceber que só há muito sangue, porém nenhum dente quebrado ou lascado, o recomendado é lavar bem o local e pressionar o sangramento com uma gaze umedecida. Colocar um pouco de gelo também pode ajudar a aliviar a dor e a não inchar.

Agora, se o sangramento não cessar e houver suspeita de mobilidade dental ou muita dor, os pais não devem hesitar em procurar um profissional imediatamente.

No consultório, o profissional deverá realizar uma análise da extensão do trauma e tomar as devidas providências para que o sorriso do seu filho volte ao normal sem prejudicar seu crescimento e desenvolvimento. Uma fratura dental não tratada corretamente pode prejudicar a estética, bem como a pronúncia de alguns fonemas, afetando diretamente a qualidade de vida da criança.

Principais traumas dentários em crianças

Dente fraturado

É comum a fratura de um ou mais dentes em consequência de um traumatismo. Além disso, muitas vezes, pode ocorrer dano no nervo do dente. Deve-se sempre consultar o dentista, para que ele possa avaliar a extensão do dano, tratar a fratura e prevenir eventualmente problemas da vitalidade futura do dente.

A melhor maneira de se evitar fraturas nos dentes é se prevenindo, principalmente no caso de esportes, como andar de bicicleta, andar de “Skate”, basquete, vôlei, jogos de futebol ou “rugby” entre outros esportes coletivos. É muito importante o uso de protetores bucais. Em 80% dos casos, os incisivos centrais superiores são afetados e a lesão mais comum é o dente quebrado.

Perda total de um dente

Em certas circunstâncias, como impactos horizontais, é comum acontecer um deslocamento total do dente. É essencial que determinadas condutas sejam adotadas imediatamente, para que se aumentem as chances de salvar esse dente.

 

Possibilidade de Reimplante

Se o dente de leite da criança cair, ele não precisa ser guardado para a reposição. Porém, no caso da queda do dente permanente, este deve ser reimplantado o quanto antes. Se não for possível reimplantar logo após a queda, o dente deve ser conservado em solução salina, leite, saliva ou até mesmo na boca ou sob a língua. Se o dente é recolocado em seu lugar pelo dentista dentro de duas horas, as chances de sucesso são de 90%.

Os pais devem guardar o fragmento do dente (se o encontrar depois da queda), caso este tenha sido quebrado apenas em um ponto. Nestes casos, é bem possível que o dentista use resina para colar novamente o pedaço quebrado. Porém, mais para frente uma restauração definitiva ou um tratamento de canal podem ser sugeridos pelo dentista.

Comentários