• Blog

    • Início BlogImplantes Dentários: tipos e como são feitos

Implantes Dentários: tipos e como são feitos

16/07/2019 às 10:14 0 comentários Blog

Os implantes dentários são o que há de mais moderno na odontologia, quando se fala em tratamentos para reposição de dentes perdidos. Além de devolverem aos pacientes o poder de sorrir, o procedimento ainda devolve a capacidade mastigatória do indivíduo, o que melhora consideravelmente sua saúde e qualidade de vida.

Há diversos tipos de implantes disponíveis no mercado e cada um deles é indicado para um caso específico. Vamos conhecê-los?

Implante unitário simples

Esse é o procedimento mais comum e o tratamento consiste na fixação de um pino de titânio para cada dente perdido. Nesse caso, pode ser colocado o implante logo após a extração do dente.

Implante 2×3

Nesse tipo de procedimento são utilizados 2 implantes para repor 3 dentes perdidos, quando eles são vizinhos. Funciona assim: são confeccionadas 3 próteses, mas a que ficar no meio não terá o pino fixado na mandíbula ou maxila. Essa prótese ficará presa aos dois dentes artificiais adjacentes. Esse tipo de implante tem uma funcionalidade bastante parecida com as pontes fixas.

Implante com prótese overdenture

Entre os tipos de implantes dentários existentes, este é indicado para quem perdeu todos os dentes na boca. Para realizar o tratamento, o dentista utiliza cerca 2 ou 3 parafusos, onde será encaixada a prótese total.

Nesse caso, a prótese é removível, como as dentaduras comuns. Mas ela é fixada nos implantes, o que oferece mais segurança ao paciente, pois ela é estável.

Implante com prótese protocolo

Esse também é um tipo de implante dentário que utiliza uma prótese total. A diferença dessa técnica para a anterior é que a prótese é fixada na boca do paciente. A quantidade de implantes também é maior — são fixadas cerca de 4 e 8 pinos em cada arcada para prender os dentes artificiais à boca do paciente.

Implantes dentários sem corte

Também conhecidos como cirurgia guiada, os implantes dentários sem corte são planejados com a ajuda de um software específico. Para fazer a cirurgia, o dentista realiza um tomografia computadorizada da boca do paciente e por meio dela, cria uma guia cirúrgico, que serve para orientar o profissional durante a cirurgia.

Este guia cirúrgico permite que o dentista defina o local dos implantes antes mesmo de começar a cirurgia. Para fixar o implante são feitas apenas perfurações nos locais os quais os pinos de titânio serão assentados. Por isso, não há necessidade de suturas.

Entenda como saber qual o procedimento mais indicado para seu caso

Apesar de ser importante você conhecer os tipos de implantes dentários existentes atualmente, apenas o dentista poderá indicar qual a melhor opção para seu caso. Isso porque, o tipo de tratamento depende da quantidade de dentes que o paciente deseja repor, do estado de sua estrutura óssea e condições de saúde.

Então, se você pensa em fazer implantes dentários para melhorar a estética de seu sorriso e sua qualidade de vida, procure um profissional de confiança para que ele indique a melhor opção de tratamento para você.

Gostou do post e quer entender melhor como funciona os implantes dentários. Entre em contato com nossa equipe e tire todas as suas dúvidas!

Comentários