• Blog

    • Início BlogCuidar dos dentes elimina o risco de câncer no pâncreas

Cuidar dos dentes elimina o risco de câncer no pâncreas

23/09/2015 às 1:47
Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?ids=http://www.hospitaldaface.com.br/cancer-nos-pancreas/): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/storage/f/11/e2/hospitaldaface/public_html/wp-content/themes/hospitaldaface/functions.php on line 224

Warning: First parameter must either be an object or the name of an existing class in /home/storage/f/11/e2/hospitaldaface/public_html/wp-content/themes/hospitaldaface/functions.php on line 226
0 comentários
Blog, Hospital da Face

Cuidar dos dentes elimina o risco de câncer no pâncreas

No Brasil, o câncer de pâncreas é responsável por cerca de 2% de todos os tipos de câncer diagnosticados e por 4% do total de mortes por essa doença, segundo o Instituto Nacional de Câncer.

Inúmeras pesquisas vêm sendo realizadas nos últimos anos por diversos países na tentativa de descobrir a ligação da doença com possíveis infecções. Uma bactéria chamada Porphyrmomonas Gingivalis é responsável pela infecção que envolve a doença periodontal, além da má higiene bucal. Descobriu-se então, que as infecções bacterianas estão diretamente ligadas ao câncer de pâncreas. Uma melhor compreensão desse tipo de infecção poderá ajudar a detectar e tratar precocemente a doença.

O câncer de pâncreas nos Estados Unidos é a quarta principal causa de morte relacionada ao câncer e mata mais de 30 mil pessoas por ano. A doença por ser silenciosa é frequentemente diagnosticada em um estágio já avançado, o que impede que o tratamento seja eficaz, e por seu comportamento agressivo costuma levar o paciente a óbito em alguns meses.

Os principais fatores de risco são o tabagismo, a obesidade, a resistência à insulina, a diabetes tipo 2 e as doenças da gengiva.

Um estudo realizado nos EUA, com acompanhamento de 51 mil homens trabalhadores do setor de saúde, durante um período de seis anos, constatou que 216 participantes haviam sido diagnosticados com câncer de pâncreas e 67 deles também possui a doença periodontal.

Após realizar alguns ajustes em relação à idade, fatores de risco e adicionais, além de índice de massa corporal, os cientistas concluíram que a doença periodontal produziu um aumento de 63% no risco de desenvolver câncer de pâncreas, mesmo em pessoas que nunca fumaram. Eles acreditam que um papel importante para esse quadro é desempenhado pelo aumento dos níveis de bactérias encontradas na boca de quem tem a doença periodontal. Daí a importância dos cuidados com seus dentes mantendo sempre a sua saúde bucal em dia.

Pesquisadores britânicos pretendem desenvolver teste para diagnosticar o câncer de pâncreas

Pesquisadores da Universidade Queen Mary, em Londres, descobriram que a alta concentração de três proteínas (LYVE1, REG1A e TFF1) presentes na urina de pacientes com câncer de pâncreas pode ajudar no desenvolvimento de um teste barato para diagnosticar a doença.

O estudo foi publicado recentemente pela revista Clinical Cancer Research e constatou que esse método de teste de urina poderá revelar com precisão de mais de 90% os estágios iniciais da doença.

Essa descoberta pode ajudar muitas pessoas, pois a doença apresenta alta taxa de mortalidade e a maioria dos pacientes só descobre quando está em estágios avançados, o que impede a remoção do tumor. Se o diagnóstico ocorrer no estágio dois, a taxa de sobrevivência é de 20%. Já no estágio um, para pacientes com tumores muito pequenos, a taxa de sobrevivência pode chegar aos 60%.

Os pesquisadores britânicos ainda precisam realizar mais testes em grupos de alto risco (fumantes, pessoas com antecedentes familiares, obesas ou que tiveram diabetes após os 50 anos de idade) para validar de forma mais abrangente os resultados do estudo.

Cuide da sua saúde bucal e previna-se de uma série de doenças!

– Visite regularmente o seu dentista, no mínimo a cada seis meses, mesmo se não houver qualquer tipo de preocupação. No caso de dores, gengivas vermelhas, inchadas ou retraídas procure o especialista imediatamente;

– Escove os dentes cuidadosamente três vezes ao dia, após as principais refeições;

– Reduza o consumo de açúcar;

– Se você estiver na rua ou impossibilitado de alguma forma de escovar os dentes após a ingestão de alguma bebida açucarada, beba um copo de água para limitar o contato dos dentes com o açúcar, pois ele é o seu pior inimigo.

Comentários